x

Processando...

Portal do Governo do Estado de São Paulo

Acesso do Participante

Notícias

Voltar

Veja o que muda na sua contribuição à Prevcom com o novo teto do INSS

21/01/2019

-

Prevcom

Foto: Prevcom

Siga a Prevcom

O teto salarial pago pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em 2019 é de R$ 5.839,45. Com o reajuste, o salário de participação (salário bruto - teto do INSS) dos participantes ativos da Prevcom será menor, causando uma redução na contribuição aos planos e, consequentemente, no montante poupado para a aposentadoria. 

Veja o que muda:

O percentual vai incidir sobre um valor menor (o novo salário de participação). 

Com isso, a contribuição será menor e o valor acumulado também.

Exemplo:

Se hoje o salário bruto é R$ 8.000 e o percentual de contribuição, 7,5%:

Com o teto de R$ 5.645,80

A contribuição é sobre R$ 2.354,20 (R$ 8.000 - R$ 5.645,80)
A contribuição é de R$ 176,56

Com o novo teto de R$ 5.839,45

A contribuição é sobre R$ 2.160,55 (R$ 8.000 - R$ 5.839,45)
A contribuição será de R$ 162,04


Novos ativos facultativos

Com o reajuste, quem ganha entre 5.645,80(teto em 2018) e o novo valor (R$ 5.839,45), deixará de ser um participante ativo e se tornará ativo facultativo. Com isso, há duas mudanças importantes:

1 - O percentual de contribuição vai incidir sobre o seu salário total (que ficará abaixo do teto) e não mais sobre o seu salário de participação (diferença entre o teto do INSS e a sua remuneração total). Com isso, sua contribuição sofrerá amplo reajuste.

2 - Não haverá mais a contrapartida do patrocinador, pois o Estado já contribui sobre a base salarial abaixo do teto para o RPPS ou o INSS.

Para os participantes que já recebem remuneração abaixo do teto, nada muda. Eles serão mantidos na categoria ativo facultativo e o percentual de contribuição sobre o salário é o mesmo.

Os participantes que optarem por readequar o valor à sua expectativa de benefício devem alterar a alíquota na área restrita do site da Prevcom até 28 de fevereiro de 2019. 

Importante: a aplicação dessa mudança depende dos procedimentos internos de cada RH. Logo, quanto antes você solicitar a alteração, mais rápida será a aplicação na folha.